#desenvolvimento

Compreendendo JavaServer Faces – Parte II


Continuando…

O JSF, geralmente, utiliza dois arquivos de configuração: web.xml e faces-config.xml.

Para que serve o arquivo faces-config.xml?

O faces-config.xml serve para mapear os beans da aplicação e especificar as regras de navegação.

Mapear os beans significa especificar quais classes serão vistas e utilizadas por meio das páginas JSF. A seguir temos um trecho de código do arquivo faces-config.xml que mostra como é feito o mapeamento dos beans:

<managed-bean>
     <managed-bean-name>usuario</managed-bean-name>
     <managed-bean-class>
          br.com.monteirobrena.UsuarioBean
     </managed-bean-class>
     <managed-bean-scope>session</managed-bean-scope>
</managed-bean>

Na tag managed-bean-name definimos o nome que utilizaremos para chamarmos o bean lá na página JSF através da Expression Language:

<h:inputText value=#{usuario.login} />

Nesta linha definimos que utilizaremos a propriedade login do bean usuario. Ver bean completo no post anterior.

Já na tag managed-bean-class informamos o caminho completo onde esta localizada a classe do bean.

E na tag managed-bean-scope definimos qual vai ser o escopo do bean.

Ps.: Nos próximos post descobriremos quais são os escopos do JSF.

A outra funcionalidade do faces-config.xml é definir as regras de navegação entre as páginas da aplicação web. A seguir temos um trecho de código do arquivo faces-config.xml que mostra como é feita a regra de navegação entre as páginas:

<navigation-rule>
     <from-view-id>/login.jsp</from-view-id>
     <navigation-case>
          <from-outcome>logar</from-outcome>
          <to-view-id>/home.jsp</to-view-id>
     </navigation-case>
</navigation-rule>

Em from-view-id informamos qual página o usuário está quando chama uma determinada ação.

Na tag from-outcome definimos uma palavra que será utilizada como um retorno esperado.

Por fim a tag to-view-id informa para qual página o usuário será redirecionado se o retorno recebido for igual ao valor informado na tag from-outcome.

Só lembrando que a idéia deste post não é trazer uma aplicação pronta, mas sim apresentar os conceitos do JSF.

Aguardo as dúvidas, e até o próximo post 😉

Anúncios
Padrão

3 comentários sobre “Compreendendo JavaServer Faces – Parte II

  1. Marcio Aloysio disse:

    Muitos explicam pra exibir o conhecimento que possuem e no final respondem sem esclarecer nada. Obrigado por ensinar para quem esta aprendendo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s