#metodologias

Um pouco de UML


Muito se discute sobre a real importância da UML no processo de desenvolvimento de software. Existem aqueles que não se interessam em estudá-la e aqueles que acreditam que ela é a solução para todos os problemas.

Acredito que esta divergência se dá pelo desconhecimento do real propósito da UML, e por isso tentarei explicitá-lo neste post.

  • O que é UML?

A UML é apenas uma linguagem visual de modelagem utilizada para modelar softwares baseados no paradigma da orientação a objetos.

  • Como a UML surgiu?

Na década de 90 muitos engenheiros de softwares procuravam meios de facilitar o entendimento e a construção do software, com isso cada empresa acabava criando um método próprio de tentativa de modelagem e documentação. Porém a diversidade de metodologias dificultava quando era necessário a integração com outros sistemas e a contratação de um novo integrante na empresa.

Nesse tempo surgiram alguns métodos que se destacaram (Booch, OMT – Object Modeling Technique e OOSE – Object-Oriented Software Engineering) e se fundiram para a criação de uma metodologia única: a UML.

  • Quais são os objetivos da UML?

O principal objetivo da UML é sem dúvida facilitar a comunicação entre as pessoas interessadas no projeto. Por isto existem diversos diagramas, para que seja possível visualizar o sistema de diversos ângulos de acordo com a necessidade de cada um.

Além disso a UML permite sua utilização por seres humanos e máquinas, tornando-se a linguagem padrão de modelagem adotada internacionalmente pela indústria de engenharia de software.

  • Quais as vantagens que a UML pode trazer?

A principal vantagem é o entendimento igualitário dos interessados, já que ela visa eliminar a ambiguidade contida em um texto ou em uma fala.

A UML pode ser aplicada em diversos domínios de aplicação.

É uma linguagem independente de processo de desenvolvimento de software, ou seja, pode ser utilizada em projetos com ciclo de vida distintos como Waterfall, RUP ou Espiral.

Também é independente de linguagem, podendo ser utilizada em projetos Java ou .NET e outros, desde que as linguagens sejam orientadas a objetos (:

Pode ser utilizada como uma notação, auxiliando na definição da estrutura lógica e dinâmica dos processos, especialmente em sistemas complexos e críticos.

A UML pode ainda ser empregada para a visualização, especificação, construção e documentação de artefatos de sistema. Permitindo a representação conceitual e física de projetos de software e até de projetos de hardware.

  • Como utilizar a UML de forma benéfica?

Para realmente enxergar os efeitos positivos da UML é preciso identificar quais as visões precisam ser expostas. São as visões que determinam quais os diagramas são necessários em cada contexto a fim de evitar que sejam feitos diagramas em vão. A UML não define quais diagramas precisam ser criados e nem quando criá-los.

Para exemplificar, imagine que você precisa explicar o comportamento de um processo para um desenvolvedor. Neste caso o entendimento será mais fácil se for visualizado um diagrama de interação, como por exemplo, um diagrama de sequência ou de colaboração.

Em um outro cenário, talvez seja necessário apresentar para o analista de TI como o sistema se comunicará com o banco de dados e outros sistemas. Neste caso um diagrama de implantação pode ser suficiente.

  • E se a UML não abranger o domínio do problema que preciso modelar?

A UML é aberta-fechada permitindo ser ampliada, e estendida através dos mecanismos de extensibilidade. Existem três mecanismos de extensibilidade: estereótipos, valores atribuídos e restrições. Com eles é possível criar novos tipos para modelagem de problemas específicos, adição de novas informações na especificação de um elemento e ainda acrescentar e modificar as regras existentes.

A UML existe para facilitar nosso trabalho e sua utilização consciente não é fastidioso.

Até breve 😉

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “Um pouco de UML

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s