#OPW, #prosa

Fui selecionada para o OPW


Olá pessoal.

É com grande alegria que compartilho com vocês que fui selecionada para participar do Outreach Program for Women \o/. Para quem não conhece o OPW é um programa que acontece duas vezes no ano e que incentiva a participação de mulheres de todo o mundo nos projetos open source.

As mulheres selecionadas nesta sétima edição irão colaborar nos projetos open source das empresas:

  • Debian
  • Fedora
  • GNOME
  • Linux Kernel
  • Mozilla
  • OpenStack
  • OSRF
  • Wikimedia

Para participar do OPW é necessário ficar atenta às datas, assim que as inscrições são abertas as empresas participantes divulgam as listas dos mentores e dos projetos seguidos das orientações específicas para a candidatura.

Em resumo, cabe à candidata escolher o projeto que deseja colaborar e entrar em contato com o seu possível mentor. Este irá lhe orientar e lhe atribuir algumas atividades e contribuições para que sejam feitas antes do prazo da inscrição.

No meu caso eu escolhi o projeto MediaWiki Homepage Redesign da Wikimedia Foundation e entrei em contato com os mentores do projeto Quim GilHeather Walls que foram muito solícitos em me auxiliar. Além das contribuições iniciais a Wikimedia solicita que cada participante faça um planejamento com as atividades que pretende desenvolver no projeto escolhido.

É importante lembrar que os projetos não são só relacionados à programação, existem projetos nas áreas de UX, documentação, tradução entre outros.

Um dos requisitos do projeto é a divulgação do andamento do projeto nos blogs de cada participante. Então entre dezembro e março eu irei postar muito sobre o projeto aqui no blog, e os próximos post referentes ao OPW serão sempre em inglês.

Sintam-se livres para entrar em contato comigo e tirar quaisquer dúvidas sobre o projeto, como de costume terei o prazer em responder sempre que possível.

Aproveito para agradecer a todos os patrocinadores e colaboradores que fazem o OPW acontecer e para desejar boa sorte para todas as mulheres selecionadas.

Nós, mulheres devemos nos sentir livres para construir nossos sonhos. É preciso acreditar que temos força para vencer o medo e preconceito.

Até breve.

https://wiki.gnome.org/OutreachProgramForWomen/2013/DecemberMarch

https://www.mediawiki.org/wiki/Outreach_Program_for_Women/Round_7

Padrão
#prosa

DEVDAY 2013 Belo Horizonte


Olá pessoal.

No dia 19 de outubro acontecerá mais um DEVDAY aqui em Belo Horizonte \o/.

No ano passado eu compareci e gostei muito do evento, este ano já garanti meu ingresso no lote 0 que foi disponibilizado somente para quem participou do DEVDAY 2012.

A agenda ainda não foi definida, mas as palestras submetidas para avaliação estão interessantes e a escolha vai dar trabalho para os organizadores.

As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de outubro, mas a dica é fazer o quanto antes e garantir o valor do primeiro lote.

Veja a página do evento e ajude a divulgá-lo: DEVDAY 2013 BH.

Nos vemos lá 😉

Padrão
#prosa

Curso online para desenvolvedores, compensa?


Ei pessoas.

Neste post quero falar um pouco sobre alguns cursos online na área de desenvolvimento de software. Mas antes é preciso deixar claro que não tenho nenhuma ligação com as empresas e nem estou recebendo nada por isso. Isto não é um post comercial.

O meu propósito aqui é divulgar algo que eu acredito ser útil pra quem quer sempre aprender algo novo e rápido.

Não é novidade que as coisas aqui no nosso país demoram um pouco para chegar principalmente livros. E demora ainda mais se você for esperar pela tradução.

Felizmente com relação aos livros hoje temos a Casa do Código que tem produzido livros de qualidade escrito por nomes conhecidos nas comunidades, com conteúdos atuais, em português e com preço justo. Sem mais desculpas, né.

Agora pra quem aprende melhor fazendo cursos do que lendo, passavam por alguns problemas:

  • Os preços da maioria dos cursos presenciais não são acessíveis pra quem está começando.
  • Não são todas as cidades que possuem cursos bons e atualizados, geralmente é preciso se deslocar. Ou seja, incluir custos de passagens e hospedagem.
  • Para quem trabalha e dependendo de onde trabalha, tem que barganhar pra poder se ausentar durante o período do curso.

E por aí vai.

Só que isso não é mais um problema, hoje é possível fazer excelentes cursos online pagos ou gratuitos, em inglês ou português. Basta apenas querer fazer, novamente, sem mais desculpas, ok?!

– Ah, mas eu não tenho tempo pra isso!

(Respirando fundo…)

Se você tem um tablet ou um smartphone com acesso à internet, você consegue aproveitar o tempo perdido em trânsito, filas e afins. Se quiser, é claro.

Então para quem quer deixo alguns links com cursos online que julgo valer a pena experimentar:

É isso, quem souber de outros pode postar nos comentários que incluo aqui no post.

Até breve 😉

Padrão
#prosa

Como foi o Rails Girls BH 2012?


Olá pessoal.

Em primeiro lugar gostaria de agradecer a todos que colaboraram e participaram do Rails Girls BH 2012. Foi muito prazeroso poder participar do evento como coach, ainda mais sendo a única mulher da equipe de coaches 😉

Também tive a oportunidade de conversar com a Shirley Pacelli, réporter dos cadernos de Turismo e Informática do Jornal Estado de Minas, que publicou uma reportagem sobre o evento. A reportagem em formato digital pode ser acessada aqui no site do Estado de Minas.

Espero que todas e todos (sim, alguns rapazes participaram com suas namoradas) que tiveram a oportunidade de conhecer o Rails no evento estejam entusiasmados com as inúmeras possibilidades que o framework nos oferece.

Vejam as fotos e saibam mais sobre o que aconteceu no evento através do Twitter e do Facebook.

Até breve.

Padrão