#prosa

DevDay 2011


Ei pessoal.

Este é mais um post de divulgação de evento que será realizado em BH.
O DevDay 2011 acontecerá no dia 27/08 na UNA Campus Aimorés e abordará assuntos como:

  • Planejamento e acompanhamento ágil com Team Foundation
  • Qualidade de codificação
  • Windows Azure
  • TDD
  • Novidades do Rails 3.1
  • Programação funcional com C#
  • Evolução do Javascript

A inscrição pode ser feita no site http://devday.devisland.com

Bom evento pra todos 😉

Anúncios
Padrão
#prosa

1° Evento #HoraExtraBH


Neste sábado dia 9/7 acontecerá o 1° Evento #HoraExtraBH na Una – Campus Aimorés.

O evento será composto de paletras, cases, mesa-redonda e dojo.

Inscreva-se gratuitamente.

Programação:

  • 08:30 as 08:50 – Case 1 – Douglas aguiar – “consolidando uma nova cultura na empresa”
  • 09:00 as 09:40 – Palestra 1 – Edgard Davidson – “Porque virar professor?”
  • 09:50 as 10:10 – Case 2 – Herberth – “NOSQL + Python na Deskmetrics”
  • 10:20 as 11:00 – Case 3 – Rafael Spinola – Solucao com Servidores cloud
  • 11:10 as 11:30 – Case 4 – Dirceu Belem “Implantacao de aplicacoes para mobile como: ipad, iphone e android
  • 11:40 as 12:00 – Case 5 – Marcello Cardoso “Design centrado no usuario”
  • 12:00 as 13:00 – Mesa redonda
  • 13:00 as 14:00 – Pausa para almoco.
  • 14:00 as 16:30 – Dojo (Pra quem quiser ficar)

Até lá 😉

Padrão
#prosa

Compilação do 2° Café Ágil em BH – Parte 2


Olá pessoal.

Nesta segunda parte irei blogar sobre algo que me chamou bastante atenção na palestra do Mozair: As dúvidas sobre utilização das metodologias ágeis. Então vamos lá:

  • Como convencer os clientes a utilizar metodologias ágeis?

A principal vantagem para o cliente é o contrato mais maleável, ou seja ele poderá mudar de idéia durante o desenvolvimento sem precisar quebrar o contrato.

  • Como convencer os gerentes a utilizar metodologias ágeis?

Pergunte a ele quantas noites virou resolvendo bugs de sistemas em produção. As metodologias ágeis proporcionam qualidade de vida pro time 😉

  • Quais os artefatos que podem ser utilizados?

O principal é o épico, uma história grande com uma abordagem geral contendo o que é mais importante e o que mais agrega valor ao cliente. O épico ajuda identificar os possíveis problemas de implementação.

Desenhos, rascunhos, fluxogramas, metáforas também são válidos para identificar o que será feito e onde cada atividade se encaixa no projeto.

  • Como fazer o contrato?

O contrato pode ser fechado em features com tempo maleável ou com tempo fixo. Neste último será entregue o que for feito no prazo definido. Nota: Análise de Ponto de Função geralmente proporciona uma margem de erro maior.

É importante lembrar que:

  • Quanto mais longo o projeto menos você consegue identificar o que pode dar errado.
  • O crescimento do time causa overhead.
  • Experiência conta mais do que certificações.
  • As metodologias adotadas dependem do projeto e do cliente (Não há bala de prata).

Com isto encerro meu relato da palestra “Sticking to your principles”.

Gostou?! Discorda?! Comente!!!

Até breve 😉

Padrão
#prosa

Compilação do 2° Café Ágil em BH – Parte 1


Olá pessoal.

No sábado do dia 26 de março ocorreu o 2° Café Ágil em Belo Horizonte, realizado pela ThoughtWorks Brasil e a PUC Minas.

A primeira palestra foi “Sticking to your principles” apresentada pelo Mozair Alves do Carmo.

O assunto abordado foi basicamente sobre a utilização de metodologias àgeis.  E resalto os seguintes tópicos:

  • Desenvolvimento em cascata:
    • Surgiu seguindo os princípios da Engenharia Civil.
    • Desperdiça o esforço realizado no desenvolvimento quando é preciso realizar alguma mudança, já que será necessário refazer todo o processo de desenvolvimento.
    • Geralmente, só recebe feedback quando o produto é entregue.
  • Maus entendidos & Mitos:
    • Agile não resolve tudo.
    • Não existe uma forma exata de se utilizar as metodologias, é necessário adaptá-la à realidade da empresa.
  • Manifesto Ágil:
    • Muda o foco para as pessoas e clientes.
  • Metodologias Ágeis se complementam:
    • Scrum
    • XP
    • Lean
    • Kaban
  • Vantagens & Objetivos:
    • Agregar valor aos produtos.
    • Formar relações produtivas e parcerias.
    • Crescer junto.

Um pouco sobre Extreme Programming e seus princípios…

  • Comunicação:
    • Manter um canal aberto com o cliente, com uma conversação contínua.
    • Ser transparente.
  • Simplicidade:
    • Procurar sempre a solução mais simples.
    • Evitar soluções genéricas.
  • Feedback:
    • Constantes apresentações do produto para o cliente.
    • Sempre perguntar se o que foi desenvolvido está atendendo às expectativas.
    • Realizar testes para obter um feedback instantâneo.
  • Coragem:
    • Obter testes de integração para poder refatorar constantemente.
    • Não esconder do cliente que houve atrasos.
    • Não ter medo de informar ao cliente que haverá atrasos.
    • Transparência como palavra chave.
  • Respeito:
    • Respeito próprio.
    • Respeitar a opinião de todos.
    • Ouvir a todos.
    • Não pegar tarefas além do que poderão ser feitas.

É importante saber como as metodologias funcionam, entretanto o principal é entender como e porque utilizá-las.

A adoção das metodologias ágeis podem partir da equipe de desenvolvimento. Utilizando as práticas do XP, como por exemplo: Pair programming, testes e refactoring. E com o amadurecimento da equipe o Scrum pode ser adotado pela parte gerencial.

Tentei colocar neste resumo tudo que anotei e absorvi da palestra. Aproveito para parabenizar o Mozair e a todos que trabalharam na realização do evento.

Até breve 😉

Padrão
#posEngSoft, #prosa

Pós-Graduação em Engenharia de Software


Como alguns sabem inciei minha pós-graduação em Engenharia de Software neste mês. E com apenas duas aulas, aprendi e revi muita coisa sobre orientação à objetos e processo de desenvolvimento de software.

Desde o início deste blog percebi que quanto mais escrevo mais aprendo, já que pesquiso e sempre refaço os procedimentos antes de criar um post.

Sendo assim pretendo fazer um resumo, uma compilação do que estou estudando para reforçar meu aprendizado e compartilhar o conhecimento.

Também manterei os leitores informados sobre os eventos realizados pela PUC-Minas.

E para começar deixo um convite para o 2° Café Ágil em BH, que acontecerá neste sábado (26/3) na PUC-Minas em São Gabriel. O evento será realizado pelo pessoal da ThoughtWorks Brasil que fará um recrutamento na parte da tarde. Veja a programação aqui.

E até lá 😉

Padrão
#metodologias

Rapidinhas sobre Scrum


Aproveitando o término da faculdade resolvi colocar em prática minha vontade de conhecer melhor o Scrum e postarei o que me chamar atenção. Então vamos lá:

Nunca se esqueça:

  • Scrum não é um processo.
  • Scrum não é uma a técnica.
  • Scrum é um framework.

Scrum emprega uma abordagem iterativa e incremental para otimizar a previsibilidade e controle de riscos. Para isso o Scrum utiliza 3 pilares:

Transparência – garantir a visibilidade dos os aspectos do processo.

Inspeção – identificar variações inaceitáveis.

Adaptação – ajustar o processo.

Curiosidade: o Scrum não é tão novo quanto parece, sua primeira apresentação formal foi em 1995… Isso mesmo, há 15 anos 😉

Padrão
#prosa

Maré de Agilidade – Vitória ES


Boas novas!!!

Após longa espera Vitória sediará o Maré de Agilidade  \o/

O evento acontecerá no dia 29 de maio à partir das 8h na Faesa. E contará com grandes nomes do mundo Agile, dentre eles: Guilherme Silveira,  da Caelum, Guilherme Chapiewski, do Yahoo! e Paulo César M Jeveaux, da Giran.
Ao todo serão cinco palestras além da mesa redonda com todos os palestrantes.
O preço da inscrição está acessível à todos, principalmente para quem se inscrever no mês de abril 😉

Confira outras informações no site: http://www.mare-vix.com/ e confirme sua presença!!!

O Mare-Vix é patrocinado por: Caelum, GUJ, InfoQ, Qualidata, Giran e HighLan.

Nos vemos lá!

Padrão